DIRETORIAS REGIONAIS - Associação Sabesp

Os “Pilares da nossa História” em nosso Jubileu de Ouro: 50 Anos!

A Associação Sabesp celebra os seus 50 Anos do Jubileu de Ouro, neste ano de 2022, com os depoimentos dos “Pilares da Nossa História”, formado por personalidades, cuja dedicação e trabalho voluntário construíram essa Entidade, que é hoje reconhecida como uma das maiores instituições de lazer corporativo do Brasil, por meio de ações culturais, esportivas, inclusivas, patrimoniais e sociais, em todos os municípios operados pela Sabesp, no Estado de São Paulo. Selecionamos alguns depoimentos e traremos outros mais nos próximos boletins.

O nosso fundador Júlio Casarin

Tudo começou pelas mãos de Júlio Casarin, que na década de 60 era engenheiro da CESP e, em 1968, foi convidado a ingressar na Comasp, antecessora da Sabesp, onde se aposentou em 2002, como Chefe da Divisão de Planejamento do Projeto Tietê.

Liderando importantes obras da década de 70, ainda na Comasp, dentre as quais o Sistema Cantareira, Casarin foi sensível à necessidade de lazer dos operários que dormiam e até passavam fins de semana em canteiros de obras. Então solicitou a construção de um campo e vestiário na Estação Elevatória Santa Inês. A adesão foi tamanha que logo foi criado o Grêmio Comasp, inaugurado em 1972, com uma festa e uma boa partida de futebol.

Essa foi a semente da Associação, que ele reconhece hoje como “uma entidade geradora de lazer e benefícios em grande escala”.

Com carinho, ainda ele guarda a bandeira da Comasp e o primeiro uniforme do time de futebol e reafirma que “é muito emocionante para ele e para todos ter participado dessa rica história”.

Depoimento de Edson Santana Borges:

“Comecei a participar da diretoria da Associação Sabesp, em 1985, na Gestão do Prof. Rolim, como Diretor de Patrimônio e Obras da entidade. Na época, atuava na Superintendência de Manutenção da Sabesp (antiga SMA) e quem lá trabalhava, por suas características de atuação em toda a RMSP, conhecia bem as características e demandas da Companhia na Região Metropolitana de São Paulo; portanto uma grande base para dimensionar um alcance de onde poderíamos atuar.

Fiquei nessa pasta, até quando Pérsio Faulim de Menezes foi eleito pela chapa “O Lazer ao Alcance de Todos” e me convidou para assumir a Diretoria Regional Metropolitana da Associação. Dada à amplitude dessa Diretoria,   por orientação do Pérsio em descentralizá-la, visando a criação de 5 unidades Regionais, assumi a Regional Centro e acertamos o Eng. Eduardo Bulhões para a Regional Norte, Eng. José Luiz Fracalossi para a Oeste, Eng. Wagner Bertoletto para a Leste e Eng.Wady R. Bon para a Sul. Éramos um grupo muito unido e promovemos grandes realizações, graças principalmente à gestão do Teixeira, na Diretoria Financeira, que sempre arrumava recursos para nossas demandas.

A Associação Sabesp teve um papel muito importante, inclusive para a vida da própria Sabesp, ao longo dos anos, fato que foi imperceptível para muitos dos diretores da empresa. Quem viveu a Sabesp nos anos turbulentos, sabe dessa sua importância, como um braço norteador do equilíbrio psicológico de seus funcionários, por meio de suas inúmeras ações, na Cultura, no Esporte e no Lazer, em todo o Estado de São Paulo.

Depoimento de Geraldo Julião dos Santos

“Em 1985 eu completava 9 dos 30 anos em que trabalhei na Sabesp. Nesse ano, numa reunião na Associação Sabesp, na gestão do prof.  Carlos Rolim Affonso, da qual eu fazia parte, sugeri a criação da Diretoria Cultural.

Minha sugestão foi aceita e eu fui indicado diretor. Desse momento em diante, permaneci no cargo por 21 anos, até dezembro de 2006, quando me desliguei da empresa. O prof. Rolim, Geraldo Gonçalves e Pérsio Faulim de Menezes foram os presidentes nesse período.

Durante  minha gestão, entre outras realizações, destaco a criação  de um  coral, a realização de festivais de música (compositor e intérprete), concursos de conto e poesia, convênios com produções de teatro em SP (descontos p/associados),  produção de CD Águas do Brasil, com patrocínios complementares, que reuniu “bambas” da MPB instrumental (Altamiro Carrilho, Sebastião Tapajós, Gilson Peranzzetta e Mauricio Einhorn).

Para mim foi um tempo inesquecível. Nos diversos mandatos de minha gestão, convivi e interagi com diretores e presidentes dedicados, e especialmente nas gestões lideradas pelo Pérsio, realizei os projetos mais gratificantes. Enfim, da minha atuação como diretor cultural só ficaram   lembranças boas, daquelas que nunca esqueceremos.”

Depoimento de Lázaro Miguel Rodrigues

Lázaro Miguel Rodrigues foi titular da Diretoria Regional de Itapetininga, em 1994, e semeou sua expansão, com o início das obras do Clube e total assistência aos seus Departamentos. Veja o seu depoimento.

“Estar envolvido e fazer parte de uma Instituição de Lazer que sobrevive com todas as dificuldades possíveis e imaginárias durante 50 Anos, é motivo de orgulho e de uma satisfação ímpar.

Essa é a história simplificada de nossa querida Associação Sabesp. Sinto-me realizado, pois apesar de minhas limitações, também faço parte desta história. Por quase 30 anos tive o grato prazer de conviver diretamente com todo o “staff” da Diretoria da Associação, quando exerci as funções de Diretor Regional da Associação na região de Itapetininga.

Neste período pude contar com pessoas maravilhosas aqui da região, que acreditavam e continuam acreditando no importantíssimo papel da Associação, que é levar o Lazer à todos os seus associados, quer na grande São Paulo, Interior ou na Baixada Santista.

Sou um cara privilegiado, uma vez que continuo desfrutando da convivência harmoniosa de pessoas que ainda acreditam no poder e no papel fundamental da Associação Sabesp, ao proporcionar o bem-estar a todos os seus associados.

Que venham outros Jubileus!”

Depoimento de Wagner Luiz Bertoletto

“Iniciei na Sabesp em 1976 e na Associação Sabesp, no início da década de 90, fui convidado pelo Eng. Edson Santana a ocupar a Diretoria Leste da Metropolitana , pois até então só existia uma única Diretoria, na qual ele era o titular e ampliou o seu trabalho com as Diretorias Metropolitanas Norte, Sul, Leste , Oeste e Centro.

Já no 2º ano na Diretoria Leste , havíamos oficializado todos os Grêmios, construído as sedes dos mesmos com lanchonete, salão de jogos e quadras poliesportivas dos Grêmios de S. Miguel, Itaquera, Poá/Suzano e Mauá .

Posteriormente, em 1994,  fui para a Diretoria de Esportes onde participamos anualmente dos Jogos Operários  do Sesi, das Olimpíadas Geral e Metropolitana, bem como  do Campeonato Brasileiro de Futsal Feminino em Campos do Jordão, além da construção do Pesqueiro do Cantareira, com vários campeonatos.

Na Associação tive a oportunidade de conhecer e interagir com muitos colegas sabespianos de outras Diretorias Metropolitana, Interior, Litoral, Financeira, Administrativa e Presidência. Tenho a certeza que contribui com o lema O Lazer ao Alcance de Todos. E muito me orgulho disso.”

Depoimento de Cláudio Luiz Neves

“Fui o 1º Diretor do Litoral Norte, no final da década de 90, a convite do presidente Pérsio Faulim de Menezes, com a incumbência de promover algo maior, pois era só um atleta.

Dessa forma, estruturamos os Departamentos de Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba; criamos várias atividades, sendo que a situação destaque foi a realização da VI Olimpíada Geral, em Caraguatatuba, quando, em parceria com a Prefeitura local, inauguramos o Complexo Esportivo da Cidade.

Acredito que tal feito me credenciou a assumir a Diretoria da Baixada Santista, em 2006, na gestão de Cláudio Borges. Em 2007, foi realizada a VII Olimpíada Geral, em Praia Grande, onde também inauguramos vários espaços esportivos e tivemos o apoio da Prefeitura da Cidade. Nessa gestão também lançamos um Concurso de Jornal, fizemos passeios ciclísticos (até o então presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, participou), promovemos torneios em nossa saudosa barraca de praia. Enfim, movimentamos o lazer.

Para mim, essa fase foi muito gratificante, pois cresci como ser humano e como administrador de recursos. Creio que eu seja a o único diretor regional a realizar duas Olimpíadas, a nossa grande festa do esporte, ainda mais no Litoral, que é um verdadeiro celeiro de atletas. Sinto-me honrado.”

Depoimento de Ulisses Cruz de Andrade

O atual Superintendente da Sabesp na Unidade de Negócio Alto Paranapanema, Ullisses Cruz de Andrade, também foi titular dessa Regional na Associação Sabesp. Assumiu a Diretoria na virada dos anos 90 para 2000, a convite do presidente, Pérsio Faulim de Menezes, e permaneceu até 2009, na gestão de Cláudio Antonio Borges.

Grandes realizações foram feitas nesse período, com destaque para a inauguração do Clube de Campo de Itapetininga, que multiplicou as atividades de lazer para os associados e familiares da região, em opções de entretenimentos e grandes eventos, inclusive o tradicional “Boi no Rolete”. Veja suas considerações sobre a entidade:

“Associação Sabesp é lugar de encontros, de remoção de muros e construção de pontes, de estreitar e reforçar relações humanas, de respirar outros ares e acalentar nossas mentes.

Associação é esporte, alegria, descontração, música, diversão.

É também trabalho voluntário, luta, cooperação, suor, sonho, dedicação.

É vida, bate papo, risos, família, amigos, festa, dança e celebração

Lugar de todas cores, todas as pessoas e todas as roupas: terno e gravata, camiseta, tênis, chinelo, sunga, biquíni e calção.

Associação é lugar de gente.
Somos todos nós.

Depoimento de Antônio Carlos da Costa Lino

“Fui convidado pelo presidente da Associação Sabesp, Pérsio Faulim de Menezes, para assumir a Diretoria Regional Metropolitana Oeste da entidade, em 1997, na gestão “O Lazer ao Alcance de Todos”, com o apoio do então superintendente da MO, Milton Oliveira. Me senti muito honrado, principalmente por que esse título da chapa era uma verdade.

De fato, o lazer estava ao alcance de todos na Empresa, sem qualquer distinção. Tive a oportunidade de participar de várias realizações e melhorias nos núcleos de lazer da Diretoria Oeste, como, por exemplo, no Grêmio Leopoldina e no Clube da ETE Barueri, cenários de muita saudade e confraternizações e, também em outros eventos magnos da Associação, como as Olimpíadas, festas e demais comemorações que acolhiam os empregados da Sabesp e seus familiares.

Continuei como diretor da Associação Sabesp até 2008, período que reporto como memorável, no qual aprendi valores, cultivei grandes amizades e alegrias e encontrei a certeza de que as atividades de lazer fazem a grande diferença para uma vida com mais qualidade, tanto no âmbito pessoal quanto profissional.

Depoimento do Economista Edson Brasil Gabriel – Presidente da Associação Sabesp (1979 a 1981) e Vice Presidente (1981 a 1983).

“Era final dos anos 70 e a Associação Sabesp foi criada com a junção de vários Grêmios, inclusive o Grêmio Comasp. No início era só dirigida por superintendentes da Companhia, sendo o seu primeiro Presidente o Manoel Senra. Em dez/1978 o então Diretor Administrativo da Sabesp, Otávio Speranzini, Presidente do Conselho da Associação Sabesp me convidou, numa reunião do CD, e propôs uma mudança na direção da entidade e me fez o convite para presidir a Associação Sabesp.
Eu só tinha 34 anos e não era Superintendente e sim Gerente de Divisão no financeiro da Sabesp. Na ocasião, muitos ficaram surpreendidos pelo convite, pois eu era um técnico e essa posição requeria alguém mais político. Mas, com a insistência do Speranzini, resolvi aceitar e com muito orgulho e satisfação me tornei Presidente da Associação Sabesp num mandato de 3 anos, e mais 3 anos como vice-presidente.
Foi um período intenso, no qual formamos um grande patrimônio. Com a concordância da Diretoria da Sabesp, em comodato, ocupamos a sede da 13 de Maio, na qual construímos o conjunto de quadras de tênis e futebol de salão e vôlei em cima do reservatório, piscinas no Clube de Campo da Cantareira, campo de futebol, onde reformamos para oferecer um melhor lazer.
Contudo, eu tinha um sonho de infância: fazer uma festa de final de ano igual a que eu tinha ido, menino, com o convite de uma vizinha que trabalhava na Ford. E assim fizemos no Cantareira uma festa de final de ano. O nosso Diretor Social, João Rodolfo Olsen, junto com o Cláudio Chituzzi, Diretor Tesoureiro, conseguiram juntar mais de 6.500 pessoas no Clube naquela data, sendo 2.500 crianças.
Oferecemos um grande churrasco, com bebidas, carrinhos de sorvete, brindes de Natal para a garotada e, para as crianças menores, um lanchinho com refeições adequadas. A grande comoção foram dois Papais Noel vindos de helicóptero. Além dessa grande festa, ainda fizemos eventos memoráveis, como os realizados no Palmeiras e Círculo Militar, o 1º Festival de Música no Teatro Záccaro, Concurso de fotos e pinturas, entre outros.
Naquela época, meu amigo Pérsio Faulim de Menezes atuava na Baixada Santista, como Diretor da Associação, e depois veio a ser Presidente. Ele continuou com essas ações, de maneira brilhante, constituindo-se no melhor líder que a Associação já teve, por que ama o que faz. Ele é a verdadeira alma da Associação. Parabéns!”

Depoimento de José Luiz Fracalossi , que foi Diretor da RMSP Oeste, de 1992 até 2007, quando retornou à sua unidade sabespiana de origem, Metropolitana Sul.

“A Sabesp realizou uma reestruturação em 1992 redistribuindo fisicamente os limites da Região Metropolitana e criando as Unidades de Negócio. A Associação Sabesp, administrada pela recém-empossada chapa O Lazer ao Alcance de Todos, acompanhou essa nova estrutura e criou as Diretorias Regionais Norte, Sul, Leste e Oeste.
Assim que ingressei na Unidade de Negócio Oeste, o superintendente Amauri Pastorello me convidou para assumir a Diretoria Regional Oeste da Associação Sabesp, que tinha como lazer, somente o campo de futebol da Leopoldina.
Então, focamos na localização das residências da maioria associados da Oeste que, estando nos municípios de Carapicuíba, Jandira, Itapevi e Barueri, não tinham nenhuma oferta de lazer. Dessa forma, sugerimos a estrutura de um complexo de lazer que atendesse não somente ao associado, mas também seus familiares.
E assim foi criado o Grêmio Barueri, um ambiente de convívio familiar, com diversas opções de lazer, como quadras de esportes e uma área molhada com 2.000 m2 contendo três piscinas, sendo uma semi-olímpica, uma infantil e uma de biribol e que acabou sendo uma das sedes de uma olimpíada metropolitana.
Estivemos a frente da Diretoria Regional Oeste por 15 anos e tivemos a honra de nos tornar campeões, vencendo uma Olimpíada Geral, quebrando a hegemonia do interior que sempre levava o troféu para casa.
Evidentemente que não fizemos tudo isto sozinho, tivemos dezenas de colaboradores da superintendência que entenderam a nossa proposta e nos ajudaram a construir e administrar o grêmio, aos quais deixo meus sinceros agradecimentos.
Minha experiência como Diretor Regional Oeste terminou em 2007. Encerro este pequeno depoimento agradecendo em especial os diretores regionais que fizeram parte da mesa de discussão e negociação nas reuniões mensais de diretoria, sempre com respeito, atuando como equipe e que sob o comando do arrojado presidente, Pérsio Faulim de Menezes, resultaram na grandiosidade que é hoje a nossa Associação Sabesp. Abraço a todos!”

Depoimento de Wady Roberto Bon, que já foi Assistente Executivo da Presidência (1996 a 97 e 2000), passou pelas Diretorias Regionais Leste e Sul e também atuou no Conselho da entidade.

“Como o tempo voa...50 anos...
Parabéns aos associados que contribuíram para que a Associação Sabesp chegasse ao seu Jubileu de Ouro!
Por mais de 10 anos tive a oportunidade de trabalhar voluntariamente com Diretor Regional Metropolitano Sul e depois Leste, ocasião em que presenciei a dedicação dos funcionários da Associação em promover os eventos, torneios, bailes, shows, jantares, festas na Cantareira e inúmeras ações de lazer por todo o Estado.
A figura do Pérsio já está totalmente forjada na Associação, como que por osmose! Sua presença foi destaca por toda São Paulo.
Acho que o Pérsio aprendeu com Santo Antônio a estar em vários locais ao mesmo tempo.
Foram centenas de obras realizadas e milhares de eventos esportivos e sociais!
Fui testemunha de cada mudança de Diretoria na Sabesp e foram muitas. Em cada uma delas, o Pérsio fazia uma peregrinação para apontar o valor da Associação e o papel social da entidade!
As dificuldades foram muitas, mas creio que levamos “O Lazer ao Alcance de Todos.”

Depoimento de Cláudio Borges, que já atuou como Secretário de Sistemas Isolados (1988-1991), Diretor Secretário e Diretor Regional da UN Pardo e Grande/ Franca, até 2006, quando exerceu a Presidência da Associação Sabesp, de 2006 a 2009.

“Meio século de existência é um feito para uma instituição associativa, principalmente quando ela se mantém e se melhora dia a dia.
A sua missão, isto é ofertar diversão, lazer e entretenimento, para seus associados e familiares, e ainda complementar a qualidade de vida, sempre foi honrada, como faz a nossa matriz, a Sabesp, honrando o seu sobrenome.

Para acontecer isso, a entidade contou e conta com o empenho e a dedicação voluntária de seus Diretores, que tem, no seu comando, uma pessoa, que trocou a sua profissão de origem(engenheiro), para se dedicar totalmente à Associação Sabesp, o que fez e ainda faz com muita competência, responsabilidade e prazer, tornando essa longa existência da Associação Sabesp.

Parabéns a todos Diretores com colaboraram e ainda colaboram para esse feito.”

Depoimento de Milton Oliveira, que exerceu a Diretoria de Esportes da Associação Sabesp, no início dos anos 2000 e, em 2006, tornou-se Assistente Executivo da Presidência. Durante esse período, como Superintendente da Sabesp, na Metropolitana Oeste, também viabilizou notadamente a colaboração da Companhia, para levar um lazer de qualidade aos Grêmios da MO.

“Nesses cinquenta anos de existência, a Associação Sabesp cumpriu o seu propósito de integrar todas as Áreas da Sabesp, bem como o da integração de seus funcionários através do esporte e lazer, em vários eventos, como Encontros Familiares, Torneios, Olimpíadas, sem contar também com os investimentos super-assertivos que valorizaram muito o patrimônio desta Instituição.
Essa integração gerou uma energia muito positiva dentro da Empresa, com ganhos irreparáveis para todos, refletindo diretamente em benefícios para os Clientes.
Não podemos também deixar de parabenizar a todos os Diretores e Colaboradores que voluntariamente contribuíram para a organização desses acontecimentos.
Deixo também um Forte Abraço para o nosso amigo, Pérsio Faulim de Menezes, grande comandante deste Projeto.”

Depoimento de Hiroshi Ietsugu, que começou sua participação na Metropolitana Leste e posteriormente foi Diretor Regional na Metropolitana Norte (1994 a 1997).

Minha aproximação com a Associação Sabesp se deu, na década de 90, ainda quando eu estava na RMSP Leste, que eu orbitava muito bem, pois atuava na Unidade de São Miguel Paulista. Assim que fui transferido para UN Norte da Sabesp, fui convidado pelo presidente Pérsio Faulim de Menezes a assumir a Diretoria Regional Metropolitana Norte, no período de 1994 a 1997.
Quem me conhece, sabe que quando assumo um compromisso é para apresentar resultados e, de imediato, percebi que os desafios eram enormes, a começar pela distância geográfica entre os Grêmios da MN. Durante a minha gestão, fiz questão de visitar todos os grêmios, conhecer suas instalações, ver o que precisavam, negociar recursos e promover melhorias. Minha recordação especial vai para os memoráveis eventos no Grêmio Paiva Castro, um dos mais bonitos da Associação.
Nunca foi fácil viabilizar recursos para investimentos, mas o pouco que conseguimos foi traduzido num feliz reconhecimento dos associados da MN. Na época, a Sabesp contava com cerca de 20.000 empregados, número hoje bastante reduzido, por conta da terceirização de várias atividades. Sendo assim, reconheço que a Associação, por consequência, perdeu muitos associados e recursos e, mesmo assim, resiste e promove um lazer de qualidade aos sabespianos de todo o Estado.
O lazer é um componente importantíssimo no bem estar do ser humano e Associação Sabesp sempre teve essa atividade como um foco prioritário nas suas ações. Parabéns pelos 50 anos de História!!!

Depoimento de Sidney Gutierrez Noremati, que atuou como Diretor da Unidade Leste (1994 a 1997)

“Tenho 71 anos, sou casado, pai de 3 filhas e avô de 2 netos.
Ingressei na empresa em 1973 como Auxiliar de Engenharia e aposentei em 1997 como Departamento Comercial.
Tive o privilégio de participar ativamente da Associação Sabesp como Diretor da Unidade Leste (1994 a 1997), o qual foi muito gratificante.
Sendo assim, parabenizo a Associação Sabesp, pelos seus 50 anos de existência e pelos seus inestimáveis serviços prestados ao Saneamento Básico.
Agradeço também a Deus por ter essa oportunidade de participar dessa instituição e testemunhar sempre o seu comprometimento junto aos funcionários no desenvolvimento  das pessoas  através do esporte e de diversos eventos e atividades familiares.
A maior resposta para tudo isso é o que se reflete na integração entre as áreas da Empresa e a felicidade dos funcionários, provocando, naturalmente, o seu desenvolvimento e proporcionando para seus clientes a melhoria contínua de sua Qualidade de Vida.”

Depoimento de Samuel Camargo Neto, que foi Diretor da Associação na RMSP Norte (2006 a 2009).

“Parabéns Associação Sabesp, pela sua história 50 anos de sucesso! Não é para qualquer um! Sinto muito orgulho de fazer parte dessa história em meus 42 anos como associado.
Entrei na Sabesp em 1980 como mensageiro na Al. Santos. O glamour da época era aparecer nos Jornais Pororoca ou Ligação. Assim, busquei logo me associar à entidade e integrar os Futeboys, torneio dos office boys na década de 80/ 90.
Depois participamos de várias olimpíadas, com destaque para a 1ª, em Santos. Nesses tempos, vimos transformações na Sabesp e também na nossa Associação. Deixamos de ser somente um clube ou um grêmio, para nos tornarmos uma área de descompressão e de qualidade de vida para Sabesp.
Durante esse período, grandes amizades surgiram, com participações dos Jogos no Sesi, Olimpíadas, Torneios, Festivais culturais e musicais, como os da Ponte Pequena, sob  o comando do nosso saudoso “Aguiar”. Os memoráveis shows no Clube Cantareira, como de Chitãozinho & Xororó, Sandy & Junior, Roupa Nova, Demônios da Garoa, Skank (para mim, o melhor no Cantareira), tanta festa boa e com um astral maravilhoso, onde todos participavam, numa grande integração.
Um momento muito especial foi quando o “Pérsio” me convidou para ser o diretor da Associação na RMSP Norte, no início dos anos 2000. Foram muitos desafios, muito trabalho e também muitas alegrias e conquistas. Com certeza a Associação Sabesp, responsável por uma corrente de amizade inclusive de familiares, e de muita alegria e respeito, tem um lugar especial no coração de muita gente.”

Depoimento de Marcelo Nunes da Silva, que atuou como Diretor do Departamento Consolação, Diretor da RMSP Centro e (2003-2007) Diretor do Departamento de Itapetininga (2013 – 2019)

“Parabéns Associação Sabesp pelos seus 50 anos de História, uma instituição que nasceu com o objetivo nobre e desafiador de trazer qualidade de vida à família sabespiana e que com muito empenho e dedicação tem ao longo de 5 décadas cumprido a sua missão.
De 2003 a 2006 eu fui Diretor-Presidente do Departamento da Consolação na Região Metropolitana.
De Dezembro de 2006 até Março de 2007 (Quando fui transferido para Itapetininga) fui Diretor Regional da Metropolitana Centro,
De 2013 a 2019 fui Diretor-Presidente do Departamento de Itapetininga no Interior de São Paulo.
Prestar este depoimento para mim é motivo de grande orgulho e respeito, pois minha história dentro da Sabesp se confunde com a da Associação. São 21 anos de empresa e 20 atuando como diretor nos Departamentos da Consolação e em Itapetininga e as recordações que tenho são todas carregadas de emoção.
Meus filhos cresceram correndo pelos seus gramados, para eles era como se fosse o quintal de casa; as lembranças boas que vivi ali dentro, as amizades, as festas, as olimpíadas; enfim, todos os momentos foram especiais. Espero que esta data se repita ainda por muitos anos e que esse Jubileu de Ouro seja comemorado intensamente.
Um grande abraço a todos os Associados!”

Depoimento do Engenheiro Idílio Francisco dos Santos Filho – Presidente da Associação Sabesp (1981 a 1983).
“Hoje, a Associação faz parte do meu passado, então não vou comentar minha gestão, mas reconheço o valor da Associação Sabesp, com votos de grandes realizações”.
Assim foi o depoimento sucinto de nosso quinto presidente, que autorizou a publicação do seu currículo e do reconhecimento de sua liderança nesse período.
O seu ingresso na Sabesp foi em 1968 e como engenheiro desenvolveu sua competência por muito tempo nos setores técnicos da Companhia. Mas sua dedicação se expandiu por outras vertentes, tanto que se tornou Superintendente da Área Administrativa, função que atuou até em 1987, quando se aposentou.
Diretores que fizeram parte de sua gestão na Associação Sabesp atestam que Idílio foi um líder incentivador, empenhado, comprometido e preocupado em apresentar um lazer da melhor qualidade aos empregados da Sabesp, em seu período de atuação.
Em sua visão “a Associação Sabesp tem sido uma grande base, dentro da empresa, de congregar os trabalhadores, por meio do lazer”.

Depoimento de Cláudio Chituzzi , que foi Diretor Tesoureiro da Associação, de 1979 até 1983. Atuou na área financeira e na obra do Sistema São Lourenço, da Sabesp, na Sabesprev,  e hoje vive em Fortaleza-CE.
“Entrei na Sabesp em 1975 e já em 1977 estava envolvido nas atividades da Associação Sabesp, na Gestão do Manuel Osvaldo Senra. Na ocasião eu trabalhava no DFA 3, chefiado pelo Edson Brasil Gabriel, 79, a quem rendo os mais sinceros agradecimentos: um líder nato, orientador incansável e eclético; note-se que além de excelente economista, foi presidente da Associação Sabesp, membro da Comissão de Constituição da Fundação Sabesp e, posteriormente, seu Diretor Financeiro.
Nos dedicávamos, voluntariamente, às atividades da Associação: foram horas de trabalho e muito empenho para concretizar todas as ousadias que nos dispusemos.
Estou tendo uma oportunidade ímpar de rememorar um passado que me é muito caro. Manuseando os jornais Pororoca, editado pelo renomado cartunista Geandré, que guardo há mais de 40 anos, relembro o sucesso do seu lançamento com cerca de 20 mil exemplares.
Outro destaque foi a mudança da sede para a rua 13 de Maio, nos meados de 1980. Um ano depois, inaugurávamos no mesmo local três quadras: uma poliesportiva e outras duas de tênis. Simultaneamente também foi inaugurado o american bar, Dó Ré Mi.
O Clube do Cantareira merece um capítulo especial: o local foi cedido em comodato nos anos 80, para a Associação, que a transformou num verdadeiro Clube de Campo. Nesse cenário de belezas naturais, rapidamente, as duas represas foram povoadas por peixes pelo então diretor Lázaro Ciríaco de Camargo e pouco tempo depois, iniciados os Campeonatos de Pesca.
Outro marco foram as festas de Final de Ano promovidas na Cantareira, prestigiadas pela presença de mais de 5 mil pessoas com a distribuição de brindes e churrasco. Mas ainda havia muito por fazer. Assim, reformamos e mobiliamos 6 antigas casas existentes para hospedagem dos associados. Posteriormente, construímos um Conjunto de Piscinas próximo aos lagos, inaugurado em grande estilo com a participação do grupo de Balé Aquático do Esporte Clube Palmeiras.
Nesse ínterim outras grandes atividades nos deram muitas alegrias, principalmente nas esferas culturais e sociais, primorosamente dirigidas pelo Diretor Social João Rodolfo Faria Olsen.
Só Deus sabe os obstáculos que tivemos que transpor para realizar essas façanhas, em dupla jornada, sacrificando muitas vezes o convívio familiar. Mas, olhando pelo retrovisor, com certeza, faria tudo novamente. Sem medo de errar, acredito que isso tenha sido assim para os colegas de estrada e de Diretoria que se dedicaram com tanto afinco (e muitos embates) para que, ao final, tudo desse certo. Sinto orgulho de ter dado minha contribuição e sou eternamente grato à Associação que tanto contribuiu para o meu crescimento profissional.”

Depoimento de Geraldo Gonçalves, que foi diretor secretário e presidente da Associação Sabesp, na gestão 1985- 1988 e posteriormente presidente nos três anos da gestão 1988 a 1991

“Entrei na Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, em 1975 pela Sanevale, no Vale do Ribeira. Em 77, fui para Capão Bonito;  em 80 para Botucatu e, em 83, vim para São Paulo, como chefe de Departamento de Obras, na Superintendência de Administração de Sistemas Isolados, a  SAR.
Em função das minhas atividades, comecei a acompanhar o então presidente da Associação, Prof. Carlos Rolim Affonso, em locais de atuação da entidade, para instalar pontos de lazer e essa foi a fase embrionária dos Grêmios. Pela nossa proximidade, esse líder me convidou para ser seu diretor secretário, que era um cargo imediato ao da presidência.
Quando o Prof. Rolim saiu da Sabesp, rumo à diretoria da CESP, fui alçado à presidência da Associação, indicado pelo Conselho, para concluir a gestão em 1988.
Pela frente, tive mais um mandato inteiro de três anos como presidente (1988 a 1991), dessa vez eleito pelos associados, como candidato único. Vale dizer que implantamos o processo democrático eleitoral da Associação, dando o poder de voto ao associado (antes era só por indicação de conselheiros). E dentro desse cenário, concorri a outra gestão, mas o próximo presidente eleito foi o Pérsio Faulim de Menezes, que havia sido nosso diretor de esporte.
Creio que governar é definir prioridades. E no nosso período gestor, decidimos ampliar a Associação para todo o Estado, com maior abertura de unidades e áreas de lazer no Interior. Assim, fizemos a aquisição do terreno de Cardoso, onde foi criada a primeira Colônia de Férias e o primeiro grande espaço de lazer, além do Cantareira, na Região Metropolitna.
Também fizemos a aquisição de Bertioga, o aterramento da área, que possibilitou a gestão do Pérsio, com recursos da Associação, construir aquela maravilha de Colônia.
E com a colaboração inestimável da Superintendência do Vale do Ribeira, que construiu a simpática e agradável Colônia de Ilha Comprida, concedendo-a para a Associação, ainda participamos de seu surgimento.
Em todos os tempos, a Associação tem sido muito importante para unir e oferecer, aos sabespianos, algo além do trabalho. Parabéns por sempre ter cumprido sua missão, que ainda a cumpre, com votos de muitos e muitos anos de realizações.”

Depoimento de Eduardo Augusto Bulhões, que foi Diretor da RMSP Norte, de 1991 até 1994;  posteriormente colaborou na RMSP Sul até 1997.
“Quando entrei na Sabesp, em 1977, logo de cara quis me tornar sócio da Associação, pelas oportunidades que ela oferecia ao sabespiano, até que no início dos anos 90, fui convidado pelo presidente Pérsio Faulim de Menezes e pelo diretor da Associação na RMSP Edson Borges, a assumir a Diretoria Regional Norte. Essa redistribuição de Regionais seguia uma linha implantada pela própria Companhia.
Posso dizer que foram os “Anos Dourados” da Associação, pelo montante de realizações e a união animada e comprometida de seus dirigentes. A minha diretoria, MN, foi destacada com a expansão de importantes Grêmios, dotados de espaço social, churrasqueira, quadras de esportes, haja vista o Departamento Mirante, que até hoje é referência na região, em termos de infraestrutura.
A Regional da N teve grande participação nas festas do Cantareira, para onde levávamos nossas famílias um grande contingente de sócios. Também colaboramos efetivamente nas Olimpíadas. Eu mesmo, consegui até revelar meu lado atleta, atuando nas equipes de basquete, futebol e ocasionalmente em braço de ferro, que rendeu até uma piada, pois só fui para cumprir tabela e os meus adversários eram todos “fortões”, mas me respeitaram, pelo menos para não me deixar contundido.
Na Sul, também tenho passagens memoráveis, como ter a honra de ter o meu nome na bela sede da Associação Sabesp no Alto da Boa Vista (ABV) e participar de tantas outras inaugurações e ações de lazer de qualidade.
Eu fazia questão de marcar presença em tudo o que dizia respeito à Associação, das reuniões de diretoria aos eventos magnos. Por isso, preferi abdicar dessa função, quando a presidência da Sabesp me convocou para participar do redesenho da Empresa, no fim dos anos 90. Eu não teria mais tempo de me dedicar como a Associação merecia, mas, ainda assim, ela me ajudou no crescimento pessoal e profissional, pois como ex-diretor, eu conhecia todo mundo na Metropolitana e me facilitou muito nesse desafio da Companhia.
Fico muito feliz pela entidade estar, em 2022, comemorando os seus 50 anos. Creio que o que impulsiona a empresa são as pessoas. Dessa forma, o seu papel é fundamental para o crescimento de toda a Sabesp!”

Depoimento de João Rodolfo Faria Olsen, que foi Diretor Social nas gestões de 1979 a 1981; de 1981 a 1983 e 1991 a 1993.
“Em nossas atuações, destaco como grande marco a primeira grande Festa de Natal no Clube Cantareira, com Papai Noel descendo de helicóptero, com distribuição de presentes para as crianças, espetinhos, cerveja e refrigerantes. Posteriormente, ainda fizemos shows com Chitãozinho & Xororó; Jair Rodrigues e Sandy & Junior, em eventos que reuniram mais de 5000 pessoas.
Também fizemos as seguintes realizações, que marcaram essa entidade:
- Exposição de Artes, que revelou vários talentos nas categorias de Escultura, Pintura, Desenho, Fotografia e Literatura;
- Cinema na Associação, com exibições de filmes no Auditório da Costa Carvalho e na Ponte Pequena;
- Concursos de Intérpretes, sendo que o primeiro, realizado no Colégio Rio Branco, foi vencido por Anastácio de Souza Júnior, de São José dos Campos. Já no segundo, o campeão foi o famoso ‘Tobias da Vai Vai’, que na época era segurança. No Juri estava a cantora Márcia, entre outros;
- Festa Junina com a presença de mais de 2000 pessoas na sede da Sabesp, na Costa Carvalho;
- Realização de Bingos no Club Homs e na Sociedade Esportiva Palmeiras, com cerca de 2000 pessoas. Com a renda, construímos as quadras esportivas da 13 de Maio e conjunto aquático do Cantareira.
- Passeio Motociclístico, de São Paulo a Santos;
- Feira de Artesanato e Artes Plásticas, espaço aberto à criatividade dos associados, na sede da 13 de Maio;
- Jantar dançante no OBA OBA, sob a batuta do Sargentelli;
- Festival de Compositores realizado no Teatro Záccaro, tendo como apresentadores o próprio maestro e Helô Pinheiro, a famosa Garota de Ipanema. No júri, além de diretores da Sabesp e do Secretário Walter Coronado Antunes, as cantoras Márcia e Maria Creusa, José Messias, o maestro João Carlos Martins, entre outros. Aqui, cabe elogiar o colega Coriolano de Oliveira Santilli, grande organizador musical do evento e do lançamento do Compacto Duplo com as músicas vencedoras do festival.
Parabenizo os 50 Anos da Associação Sabesp e também faço agradecimentos aos ex-presidentes Edson Brasil Gabriel e Idílio Francisco dos Santos Filho, por acreditarem e apoiarem as nossas ideias.”

 

Depoimento de Wilson Roberto Tadeu Bernardelli, que assumiu a Diretoria Social em 1994 e nela permaneceu como titular até 2009.
“É sempre com um sentimento terno que penso e falo da Associação Sabesp onde tive, por alguns anos, a honra e o imenso prazer de conduzir a Diretoria Social.
Foram muitos shows, concorridos bailes, memoráveis confraternizações; enfim muitas alegrias , fruto de um trabalho realizado com muito amor, carinho e uma imensa  vontade de fazer o melhor.
Tudo isso só foi possível graças ao apoio fundamental e incondicional do presidente, Pérsio Faulim de Menezes, e ao engajamento dos demais diretores e o importante suporte dos funcionários da Associação.
Nessa comemoração dos 50 anos da nossa querida Associação Sabesp, quero agradecer ao presidente Pérsio pela oportunidade de ter feito parte dessa trajetória e por poder expressar um pouco dos meus sentimentos e respeito pelas memórias que construímos juntos.
Parabéns Associação Sabesp !! Parabéns Pérsio !!”

Depoimento de Eduardo Penteado Picirillo , que foi da Diretoria Regional de Lins (Baixo Tietê e Grande), de 1991 até 1997 e, posteriormente, conselheiro da Associação Sabesp.
“Entrei na Sabesp em fevereiro de 1978, como auxiliar de Departamento Pessoal, na Unidade da Padre João Manoel, em São Paulo. Desde o início, a Associação chamava minha atenção, porque eu jogava futebol de salão. Então me associei para integrar o seu quadro de esportes.
Em 1989 fui transferido para a Regional Baixo Tietê e Grande, para assumir uma Gerência de Setor em Lins. E por indicação do então superintendente Leonardo Barbirato Junior e do gerente Luiz Paulo de Almeida Neto (que mais tarde veio a ser diretor de Interior na Sabesp), fui convidado a assumir a diretoria dessa Regional na Associação Sabesp.
Creio que me apoiaram por eu estar envolvido com o esporte da entidade, pois já havia participado de Olimpíadas como atleta e como coordenador de delegação, além de julgarem que eu tinha um perfil para essa responsabilidade. E foi um período de grandes realizações na Regional, como as inaugurações das sedes de Fernandópolis, Jales, Novo Horizonte, entre outras.
Porém, foi na nossa cidade de Lins, que em 21 de dezembro de 1996, conseguimos oferecer um inesquecível presente de Natal, com a inauguração do Clube de Campo de Lins, instalado numa agradável chácara, que tornou-se uma referência de lazer, na época muito frequentada.
Em 1998, a Sabesp me trouxe novamente para São Paulo e abdiquei da diretoria, em favor de outros dirigentes que continuaram a zelar por esse importante trabalho. Mas continuei prestigiando a Associação, como atleta e conselheiro.
De forma geral, vejo a entidade como uma base extremamente necessária para os empregados da Sabesp, inclusive acho que a Companhia poderia utilizá-la melhor, com apoio aos seus projetos. Sou um apaixonado por esportes e vi o quanto ele uniu e congregou pessoas, por meio da Associação Sabesp, que parabenizo pelos seus 50 anos!”
Nota da redação: o administrador de empresas, Eduardo Picirillo, se afastou de suas atividades na Sabesp, em 2018, quando respondia pela Gerência da TII, para se dedicar ao enfrentamento de sérios problemas de saúde, mas felizmente está em recuperação.

Depoimento de Roberto Fumio Hatakeyama, que foi da Diretoria Regional da Metropolitana Leste, de 1999 a 2006.
“Como sócio da Associação Sabesp desde o meu primeiro dia na empresa (Março / 1980), tenho acompanhado de perto, desde então, os acontecimentos e eventos mais importantes dessa Associação que aprendi a gostar, admirar e que fez e faz muito bem para a alma de muitos Sabespianos.
Tive as melhores emoções como atleta, nessa década, com a vitoriosa campanha do futebol de Campo integrando a equipe da Consolação e participando da grande vitória final no antigo e inesquecível campo da Leopodina e culminou com a equipe de futsal, sagrando-se campeã nas quadras do Pacaembu, ora em fase de modernização.
Na década de 90 virei um híbrido, misto de atleta e dirigente, onde pude exercer por dois mandatos consecutivos como Diretor Regional Leste e o destaque ficou por conta da realização de duas mini-olimpíadas em que muitos ainda lembram com saudades dessa época.
Em 2006 com o apoio da Associação Sabesp criamos a equipe de trekking e pudemos desfrutar de diversas campanhas vitoriosas, principalmente nos campeonatos estaduais e o destaque ficou por conta de sermos os campeões Brasileiros de 2008, em evento realizado na Cidade Mineira de Carrancas. Foi inesquecível. Até os dias de hoje continuamos representando a Associação nos diversos campeonatos nacionais.
Digo sempre que a realização dos eventos da Associação Sabesp é a parte mais importante na melhoria da qualidade de vida do corpo funcional da nossa Empresa. Esses momentos aproximam as Diretorias, as Unidades de negócios, o interior com a capital e sobretudo eliminam as barreiras. Somos todos Associação Sabesp!
Parabéns Associação Sabesp pelos 50 anos!”

Depoimento do Professor Carlos Rolim Afonso – Presidente da Associação Sabesp (1983 a 1985).
“Desde a década de 50, quando ingressei no DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica), atuei no setor de saneamento e energia do Estado de São Paulo, passando pela SAEC (Superintendência de Água e Esgoto da Capital), pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e pela CESP (Companhia Energética de São Paulo).
E foi na Sabesp que tive a honra de me tornar presidente da Associação Sabesp, entre 1983 a 1985, onde vivenciei uma integração muito positiva dos interesses dos empregados e da própria Companhia; pois tendo entretenimentos, lazer e atividades para extravasar o estresse do dia a dia, o rendimento no trabalho era maior e melhor.
Em nosso mandato conseguimos ter a primeira chapa a ser eleita pelos votos diretos dos associados (antes era só por indicação da própria Sabesp). E para marcar a identidade independente da Associação, lançamos a sua própria logomarca.
E ainda fomos além do oferecimento de lazer, instituindo a CECRES (Cooperativa de Crédito dos Empregados e Servidores da Sabesp), que funcionava na nossa sede, antes de ter endereço próprio.
Hoje, em meus 90 anos bem vividos, guardo excelentes recordações desses tempos e sempre tive muita admiração pela Associação Sabesp, que só fez evoluir, ao longo dos seus 50 anos de vida!
Em nome de sua atual diretoria, presidida pelo Pérsio Faulim de Menezes, me congratulo e parabenizo a todos que fizeram parte dessa importante história!”

Depoimento de Ivan Borghi, que foi Diretor de Esportes, de 1991 até 1994.
“Entrei na Sabesp, em junho de 1975, como engenheiro na Diretoria de Operação, Superintendência de Distribuição e Coleta – SDC, atuando primeiramente na Regional de Vila Mariana.
Logo no início da minha carreira na Companhia, tornei-me sócio da Associação, pelas oportunidades que ela oferecia e muito motivado pelo lazer esportivo, pois gostava de vôlei e basquete, mas principalmente de futebol. Dessa forma, participava de torneios internos, olimpíadas, onde foi crescendo minha participação e minha satisfação com a Associação.
Em 1991, tive o privilégio de ser escalado como “Diretor de Esporte” da 1ª formação da chapa “O Lazer ao Alcance de Todos”, capitaneada pelo amigo Pérsio Faulim de Menezes. Foi uma honra e uma alegria, pois percorremos todas as unidades das Regionais de São Paulo e conseguimos uma votação surpreendente aqui em São Paulo o que tornou vencedora a nossa chapa. Desta forma conduzimos o Esporte da Associação em sua primeira gestão sob o comando do Eng. Pérsio.
Esse período durou até 1994, quando a Companhia me passou maiores responsabilidades, que me exigiu dedicação integral e desta forma não participei como Diretor da segunda gestão do “O Lazer ao Alcance de Todos”, mas mesmo não fazendo parte da Diretoria, continuei a acompanhar e a admirar a Associação Sabesp, sobretudo o trabalho do Eng. Pérsio, que, ao meu ver, é a base, o grande impulso da entidade, um presidente eterno.
Sei que as mudanças políticas, financeiras e estruturais geraram alguns cortes, que diminuíram o nº de associados e de recursos para a entidade. Mas a Associação se manteve com dignidade e sempre oferece um trabalho e lazer de qualidade aos seus associados!
Parabéns pelos seus 50 Anos!”

Depoimento de Francisco Henrique Júnior, nosso Diretor Regional na UN Baixo Tietê e Grande (2009 a 2012)
“Comemorar o Jubileu de Ouro da Associação Sabesp é fazer parte do compromisso com a qualidade de vida de todos os sabespianos.
Eu, como ex-diretor da Associação da RT/LINS, sinto orgulho de acompanhar toda essa trajetória e sua história.
A Associação deve continuar esse trabalho maravilhoso, sempre fazendo a diferença.
Parabéns Associação Sabesp !!!

Depoimento de Sérgio Buscarini, colaborador constante e nosso Diretor Regional na UN Alto Paranapanema (2009 a 2012)
“Falar da Associação Sabesp é relembrar das alegrias, das conquistas, e  também das dificuldades do trabalho realizado nesses anos.
Iniciei minha carreira na Sabesp e na Associação Sabesp, em 02/09/1976, como Encarregado do Posto de Operação no Município de Óleo, uma das primeiras cidades assumidas pela Sabesp no Interior.
Em 01/09/1979, fui transferido para Bernardino de Campos, como Encarregado do PO/C, quando fundamos o Departamento da Associação Sabesp. E lá construímos Campo de futebol Society e Sede Social.
Em 25/04/1995, fui transferido para Santa Cruz do Rio Pardo, como Gerente de Setor, onde concluímos Ginásio de Esportes, cozinha e salão de festas. E ainda construímos salão social com lanchonete, churrasqueira e sala de jogos; três quiosques com churrasqueira, quadra de vôlei de areia, uma segunda piscina, além de reforma e ampliação da sauna;
Em 10/03/2009, fui convidado pela Superintendente da RA (Glória) e pelo Presidente da Associação Sabesp Pérsio, para a função de Diretor da Associação Sabesp, na RA, em Itapetininga. Após ganharmos a eleição, nosso desafio era retomar a receita da Associação. Graças a uma Diretoria atuante, promovemos o aumento do número de associados, atingindo a marca de 100% de adesões, nos municípios da minha gerência em S.C. do Rio Pardo, além de vendas de rifas, deixando a Associação Sabesp com saldo positivo.
Em 12/02/2012, fui transferido para a Gerência Divisional de Avaré, na  Área Técnica e no Setor Comercial. Me orgulho de nesse período participar da construção de uma piscina para Bernardino de Campos; da sede social e sauna para Duartina; da reforma e ampliação da Associação em Avaré, além da regularização da área de Itapeva. Essas obras geraram muitos benefícios para os associados.
Com isso é importante citar o excelente trabalho realizado pelo nosso Presidente da Associação Sabesp, Pérsio Faulim de Menezes, que em parceria com a Sabesp, sempre buscou o melhor para os associados, na gestão  “O Lazer ao Alcance de Todos”.
Foram 39 anos, uma vida a serviço da Sabesp e da Associação Sabesp!

Depoimento de Marcos Fernandes Pedrico, nosso Diretor Regional na UN Alto Paranapanema (2012 a 2015)
“ Atualmente sou Gerente de Departamento de Controladoria da Unidade de Negócio Alto Paranapanema - RA, com 25 anos de Sabesp. Nesse período, pude acompanhar a evolução da Associação Sabesp em nossas vidas, permitindo lazer, profissionalismo, companheirismo e dedicação.
Tive a honra de fazer parte da Diretoria representando a Unidade de Negócio Alto Paranapanema, vencendo os desafios daquele momento e levando os anseios dos nossos associados que foram prontamente atendidos.
A Associação Sabesp para mim pode mostrar o quanto as pessoas necessitam de vida social e isso ela proporciona com grande êxito.
É com imensa satisfação que parabenizo a Associação Sabesp pelos 50 anos e a todos que por ela passaram ajudando a construir essa linda história!”

Depoimento de Paulo Roberto Scardozzi Converso (Vulgo Paulo Mococa), nosso Diretor Regional na UN Baixo Paranapanema (2009 a 2015)
“Exerci, na Sabesp, os cargos de Engenheiro em Tupã e Presidente Prudente, onde também fui Gerente do Setor Técnico e de Produção e Tratamento de Esgoto. Me desliguei por aposentadoria, em junho de 2020
Sou associado na Associação Sabesp, desde quando ingressei na empresa, em agosto/1981, pela qual fui presidente do Grêmio de Presidente Prudente, onde sempre procurei ter uma participação ativa em eventos sociais, esportivos e culturais. Ainda me tornei membro e coordenador da equipe de natação da regional de P. P., participei e colaborei na construção da atual sede “ Persio Faulim de Menezes” em Presidente Prudente.
Fiz parte da Diretoria da entidade, nas Gestões 2009/2011 e 2012/2014, onde pude contribuir para a implantação e manutenção de vários Grêmios na Regional Baixo Paranapanema, incentivei e colaborei para a realização da V Olimpíada do Interior e Litoral e reativei a competição Inter -Grêmios na nossa Regional.
Com relação à Associação Sabesp, ao longo desses 50 anos, destaco a promoção de atividades esportivas, culturais, sociais, socioambientais e filantrópicas que contribuíram para que nós associados e agentes do saneamento evoluíssemos e crescêssemos como pessoas e como profissionais.
Muitos foram os momentos marcantes promovidos pela Associação Sabesp, entretanto, na minha opinião, como associado e ex -diretor, as realizações das Olimpíadas foram sem dúvida inesquecíveis.
A participação em uma Olimpíada nos proporciona integração, disputas esportivas e culturais, confraternização e interação entre colegas de várias Regiões do Estado que somente quem vivencia pode testemunhar.
Parabéns a Associação Sabesp pelos 50 anos de existência, a todos nós associados, ao nosso Presidente Pérsio e a toda sua Diretoria por estar vivenciando este momento.”

Depoimento de Ataliba Luiz de Almeida e Souza, conselheiro da Associação desde a década de 90 e Diretor de Patrimônio (2006 a 2009).
“Entrei na Sabesp 12 de junho de 1986, dia dos namorados, e talvez a data justifique a paixão por essa Companhia, que me permitiu dar continuidade ao trabalho em saneamento que eu já desenvolvia no SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Carapicuíba.
Conhecendo a Sabesp, também conheci bem a Associação e quando, em 1991, a chapa “O Lazer ao Alcance de Todos”, presidida pelo Pérsio Faulim de Menezes, assumiu a entidade, me motivei muito a colaborar, como voluntário, sendo suplente do conselho e depois conselheiro, atuando na região Oeste.
Lembro de quando o Polo de Manutenção a Atendimento de Carapicuíba ganhou um pebolim, um espaço de lazer e depois veio a inauguração do Grêmio Barueri. E depois, o belo Clube na ETE Barueri, onde tantas ações ocorreram, inclusive a realização de Jogos de Olimpíadas.
Também tive a alegria integrar uma equipe que organizava e promovia uma série de eventos. Um momento inesquecível foi ganhar, pela Delegação da Oeste/Sul, a Olimpíada Geral, na Praia Grande, quebrando a sucessão de vitórias do Interior. Depois, em 2006, tornei-me Diretor de Patrimônio, com muito zelo pelos bens da Associação.
Esses momentos ficaram marcados na minha vida. Hoje sou aposentado, moro em Araçariguama; portanto sócio remido. Mas aconselho os sabespianos mais jovens a serem sócios, pois o investimento é muito pequeno, perto das opções de divertimento e lazer que são oferecidos de forma permanente, nesses 50 anos de vida. 
Parabéns, que venha + 50!”

Depoimento de Sergio Ferreira Batista (Ferreirinha), o 1º Diretor da PCFT, responsável pelos Departamentos Ponte Pequena e Costa Carvalho, e constante colaborador.
Meio século de vida é algo que, no Brasil, poucas empresas atingem. E se muitas conhecessem a Associação Sabesp, ficariam de queixo caído com a gigantesca gama de opções e benefícios que ela oferece aos associados.
Meus olhos se enchem de lágrimas porque começo a lembrar de meus 44 anos da Sabesp e da Associação, pois me associei assim que fui admitido, em 09 de fevereiro de 1978 como mensageiro na Ponte Pequena. Passei pelas áreas de Controle de Pessoal, Relações Sindicais, Medicina do Trabalho, fui Gestor da Folha de Pagamento por 5 anos e minha última atuação foi em Gestão de Saúde, saindo em 16 de fevereiro de 2022.
Na Associação, fui Diretor e Presidente do Departamento Ponte Pequena, onde com o empenho do nosso Presidente Pérsio conseguimos construir salão de vendas, banca de jornal, churrasqueira, academia, bar, consultório dentário e com muito orgulho a primeira quadra coberta da Associação isto lá nos idos de 1990. Foram anos mágicos! Na época estava em alta os bingos e, acreditem, num só bingo vendemos quase 2 mil cartelas, era muita gente.
Em 2007 fui escolhido para ser Diretor da recém-criada Diretoria PCFT, que era responsável pelos Departamentos Ponte Pequena e Costa Carvalho e posteriormente o Clube da Corrida. As vezes quando vou correr recordo aqueles momentos que chegávamos de madrugada para montar a tenda e falava para o amigo Bola, a gente está parecendo feirante.
Mas enfim, é muita coisa para lembrar, como as magníficas festas da criança e de final de ano, a primeira com Chitãozinho & Xororó lá na Imigrantes e todas as outras na Cantareira, às vezes falo com minha filha da foto dela com a dupla Sandy e Junior.
Não dá para esquecer as Olimpíadas regionais, geral, máster; participei de nove e mais dois Encontro das Águas, além dos campeonatos de trekking pela equipe conduzida pelo grande Fumio. Os bailes também são inesquecíveis, as festas juninas na Ponte Pequena e a alegria no Carnaval, com a Acadêmicos do Tucuruvi, onde desfilamos por mais de anos.
Vou terminar agradecendo a Associação Sabesp por tudo que me proporcionou nesses anos e parabenizar a todos os Presidentes, Diretores, Conselheiros e todos os funcionários da Associação.

Depoimento de Waldir Ferreira Sindeaux, presidente da Associação Sabesp, no período de 1987 a 1988

Também vindo da Comasp, antecessora da Sabesp, o Eng. Waldir Ferreira Sindeaux reside hoje em Curitiba – PR. O seu ingresso na Associação Sabesp foi na gestão do Prof. Carlos Rolim Afonso, onde assumiu a Diretoria Social. Depois tornou-se Diretor Secretário, até ser alçado ao cargo de Presidente. Veja o seu depoimento:
“50 anos já se passaram... Me lembro daqueles tempos de Sabesp, ainda na Comasp, quando entrei em 1972, justamente no ano da criação da Associação. E logo me engajei nessa entidade, ocupando várias funções e, consequentemente, participando de seu crescimento.
Inicialmente, atuei na Diretoria Social, na qual realizamos eventos com fins de lazer, esporte e bem estar social.

Essas boas lembranças me trazem muito orgulho, principalmente por ter sido presidente, em 1987, e fazer parte dessa história de crescimento e sucesso.”

Depoimento de Waldomiro Alves dos Santos, presidente da Associação Sabesp, no período de 1973 a 1977

O segundo presidente da Associação Sabesp se aposentou em 1984 e rumou para o Litoral de São Paulo. Trazemos citações de suas lembranças do período dos 4 anos de sua gestão, quando foi convidado pelo Conselho da Sabesp a presidir a Associação. Na época, ele era Encarregado do Sistema Juqueri, em Santana.

“A Associação começou a partir de um campo de futebol e este era o esporte mais procurado e incentivado pela entidade nos anos 70. Porém atividades sociais também começaram a fazer parte do contexto, como excursões e celebrações, principalmente as Festas de Natal”.
Waldomiro ainda destaca as fortes parcerias da época, como a aliança com a Fundação Sanius, que depois se tornou a Fundação Sabesp de Seguridade Social – Sabesprev. “A presidente era a Dra. Aparecida Mazzini, que prestava um apoio incondicional às realizações da Associação Sabesp”.
Nosso segundo presidente relata ter sido muito gratificante o período que esteve a frente da Associação Sabesp.

Depoimento de Jose Roberto Fiori, nosso Diretor da Regional Vale do Paraíba, de 1981 a 1983

 “Minha ligação com Saneamento vem desde 1969. Vindo da COMASP - Companhia Metropolitana de Águas de São Paulo , tornei-me Chefe de setor na ETA – Estação de Tratamento de Água Teodoro Ramos. E depois fui incorporado pela Sabesp.
Então logo que a Associação começou a ganhar corpo da Companhia, comecei a me interessar por suas ações. Depois comecei a desenvolver o meu trabalho em São José dos Campos, cidade que moro até hoje, até que o então Superintendente do Vale do Paraíba, na época, Celio Rezende Bernardes, me convidou a assumir essa Diretoria Regional da Associação.
Foi um período muito gratificante, que me deu muito prazer, pois o lazer era um anseio dos empregados da Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo, que se mostraram muito receptivos com as realizações da nossa Regional.
Em espaço cedido pela Sabesp, construímos, pela Associação Sabesp, uma piscina, uma quadra poliesportiva e uma de vôlei de areia, que revelaram grandes atletas sabespianos, e prosseguimos com a manutenção dessas áreas de lazer.
Em nome do atual presidente Pérsio Faulim de Menezes, que sempre foi muito dedicado a essa entidade, cumprimento todos os dirigentes e parabenizo a Associação Sabesp pelos seus 50 anos, com votos que ela consiga cada mais atender o bem estar e a qualidade de vida dos seus associados.”

Depoimento de Arlindo Rodrigues, o “Geandré”, criador do nosso Jornal Pororoca.  Sua obra faz parte do Museu Internacional de Cartoon de Basel (Suíça), sendo o  único cartunista brasileiro a ter um cartum no Atelier de Picasso, em Barcelona.

“Par

Associação Sabesp

Rua 13 de Maio, 1642
Bela Vista - São Paulo - SP
Tel: 11 3147 5955
faleconosco@associacaosabesp.com.br

Cadastro

Receba no seu email nosso boletim com notícias, promoções, novidades e tudo sobre nossa Associação.