Associação Sabesp - Associação Sabesp participou do Dia Nacional contra a MP do Saneamento
DIRETORIAS REGIONAIS - Associação Sabesp

Associação Sabesp participou do Dia Nacional contra a MP do Saneamento

Representada pelo seu presidente, Pérsio Faulim de Menezes, a Associação Sabesp foi uma das entidades presentes na Assembléia Legislativa de São Paulo, em 31 de julho, no "Dia Nacional contra a MP do Saneamento (MP 844)", encabeçado pelas entidades nacionais: ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental; ABAR – Associação Brasileira de Agências de Regulação, AESBE – Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento e ASSEMAE – Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento.

Esse movimento ocorreu simultaneamente em 18 capitais brasileiras e em São Paulo, com o auditório Franco Montoro, da AL, lotado, reuniu expressivas lideranças do setor. Além do presidente da Associação Sabesp, Pérsio Faulim de Menezes, prestigiaram o evento os deputados federais João Paulo Papa, Samuel Moreira e Floriano Pesaro, o presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza; o presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves; o presidente da ASSEMAE, Aparecido Hojaij; a presidente da APU, Francisca Adalgisa da Silva; o presidente da AESabesp, Olavo Alberto Prates Sachs; o presidente do Sintaema, Rene Vicente dos Santos; o Presidente do SINTIUS Carlos Alberto de Oliveira Cardoso o Platini; o diretor do SEESP, Carlos Alberto (que também é diretor de Esporte da Associação Sabesp); o diretor da ABAR, Hélio Castro, e demais profissionais e agentes do saneamento.

O presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, explanou como essa MP, voltada à privatização, pode abalar toda a infra-estrutura do setor. E o presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves, leu Manifesto contra a MP: “O povo brasileiro precisa ser alertado para essa proposta equivocada e autoritária do Governo Federal, que não busca o bem comum da nação brasileira. O Governo Federal vai romper a lógica da prestação de serviço regionalizada, onde as operadoras vão brigar pelos municípios rentáveis. O impacto dessa ação será sentido diretamente pela população mais pobre, em um momento em que os recursos para a saúde estão congelados por 20 anos. Ou seja: não investiremos em saneamento para prevenir doenças nem teremos condições de tratar os doentes. Em pleno século 21, viveremos em um Brasil do século 19. São muitos pontos que atrasam o setor e aumento na conta de água. A medida está na Câmara dos Deputados para ser discutida e só vai provocar o retrocesso da universalização. São 35 milhões de pessoas que não têm acesso à água, 100 milhões não tem coleta de esgoto. A MP não traz avanço, o movimento quer discutir sobre o setor para melhorar.”

No encerramento do evento, todas as lideranças de entidades representativas do setor assinaram o Manifesto.

Associação Sabesp

Rua 13 de Maio, 1642
Bela Vista - São Paulo - SP
Tel: 11 3147 5955
faleconosco@associacaosabesp.com.br

Cadastro

Receba no seu email nosso boletim com notícias, promoções, novidades e tudo sobre nossa Associação.